Reflexões sobre Questões Epistemológicas na Contemporaneidade e Algumas Implicações para a Educação

Versiones

PDF
Texto

Cómo citar

Efken, K. H. . ., & Spíndola B. Alves, P. . (2021). Reflexões sobre Questões Epistemológicas na Contemporaneidade e Algumas Implicações para a Educação. Criterio Libre Jurídico, 17(1), e–7913. https://doi.org/10.18041/1794-7200/clj.2020.v17n1.7913 (Original work published 30 de junio de 2020)

Resumen

A Epistemologia, enquanto pensamento sobre as possibilidades do conhecimento, possui uma grande relevância para a educação. A premissa que serve de ponto de partida para as reflexões aqui propostas é a de que alterações na perspectiva epistemológica que se adote afetam inexoravelmente o pensamento sobre a educação. Partindo deste ponto inicial, o presente artigo pretende refletir sobre algumas questões epistemológicas relevantes para a contemporaneidade e, então, cogitar de implicações/afetações que podem ser pensadas para a educação a partir delas. O caminho das reflexões epistemológicas que aqui se optou por percorrer envolve dois elementos: 1] a noção de construção da cultura presente no projeto da modernidade e a consequência de seu abandono; 2] a proposição de conceitos fundamentais da Hermenêutica para a atividade do compreender. Cada elemento mencionado será desenvolvido nos tópicos 1 e 2, respectivamente. O entrelaçamento destas reflexões e sua importância para depreender certas implicações para pensar a educação serão tratados no tópico final, apontando sobretudo que demarcações podem já ser tomadas como necessárias para a discussão. 

https://doi.org/10.18041/1794-7200/clj.2020.v17n1.7913
PDF
Texto

Citas

Duarte, André. (2006). Heidegger e Foucault, Críticos da Modernidade: Humanismo, Técnica E Biopolítica. p. 96. In: Trans/Form/Ação, São Paulo, 29(2): 95-114.

Freire, Paulo. (1987) Pedagogia do Oprimido.Rio de Janeiro: Paz e Terra.

Grondin, Jean. (2012). Hermenêutica. São Paulo: Parábola Editorial.

Gadamer, Hans-Georg (1997). Verdade e método / Hans-Georg Gadamer ; tradução de Flávio Paulo Meurer. - Petrópolis, RJ: Vozes.

Habermas, Jürgen. (1990). Pensamento Pós-Metafísico: estudos filosóficos. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro.

Habermas, Jürgen.(1999). Strukturwandel der Öffentlichkeit; Untersuchungen zu einer Kategorie der bürgerlichen Gesellschaft. Suhrkamp. Frankfurt am Main.

Habermas, Jürgen. (2000). O discurso filosófico da Modernidade. São Paulo: Martins Fontes.

Habermas, Jürgen. (2004). Verdade e Justificação: ensaios filosóficos. São Paulo: Ed. Loyola.

Heidegger, Martin.(2009). Ser e tempo. Petrópolis: Vozes.

Heidegger, Martin. (2012) Ontologia. Hermenêutica da faticidade. Petrópolis: Vozes.

Oliveira, Manfredo (2006). Reviravolta linguístico-pragmática na filosofia contemporânea. 3. ed. São Paulo: Loyola.

Schwartz, Stephen (2017). Uma breve história da filosofia analítica: de Russel a Rawls. São Paulo: Edições Loyola.

Soler, Rodrigo. (2017) Foucault leitor de Heidegger: da ontologia fundamental à ontologia histórica de nós mesmos. Rev. Synth. Let. Educ. Humanid., Lages, 2 (2), p.5-13, dez.

Stein, E. (org.) & Streck, L. (org) (2011). Hermenêutica e Epistemologia: 50 anos de Verdade e Método. Porto Alegre: Livraria do Advogado.

Teixeira, Anísio. (1968). Pequena introdução à filosofia da educação: a escola progressiva ou a transformação da escola. 5ªed. São Paulo: Cia. Editora Nacional.

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.